NA MIRA DA MORTE

Filme do dia, Slider

Em 1968, o cineasta americano Peter Bogdanovich havia realizado apenas uma entrevista/documentário para a TV sobre a carreira do diretor Howard Hawks. Não por acaso, Hawks é citado e cenas de O Código Penal, dirigido por ele em 1930, são mostradas em Na Mira da Morte, estreia de Bogdanovich na direção de longas, produzido pelo lendário Roger Corman. O roteiro, do próprio diretor, foi escrito junto com o também cineasta Samuel Fuller, a partir de uma história criada por Polly Platt, então casada com Bogdanovich. A paixão do cineasta pelo cinema clássico hollywoodiano fez com que o foco de sua trama seja o ator Byron Orlock, vivido por Boris Karloff, veterano ator de filmes de terror que decide se aposentar. Na verdade, Orlock homenageia Karloff. Inclusive, na cena do já citado filme de Hawks, ele é um dos atores. Assim como no filme em exibição no drive-in, Sombras do Terror, dirigido em 1963 por Corman, ao lado de Francis Ford Coppola e com um estreante Jack Nicholson no elenco. E, paralelo à história de Orlock, acompanhamos a do jovem Bobby Thompson (Tim O’Kelly), que após matar a mãe e a esposa, sai de casa e começa a atirar em pessoas na rodovia e depois no drive-in. Na Mira da Morte é um deleite para os amantes da sétima arte e é visível o amor de Bogdanovich por seu ofício, tanto que até faz uma participação especial no papel do diretor Sammy Michaels.

NA MIRA DA MORTE (Targets – EUA 1968). Direção: Peter Bogdanovich. Elenco: Boris Karloff, Tim O’Kelly, Peter Bogdanovich, Nancy Hsueh, James Brown, Mary Jackson e Tanya Morgan. Duração: 90 minutos. Distribuição: Paramount.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 9 de janeiro de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software