A DÉCIMA VÍTIMA

Filme do dia, Slider

Quando ouvimos o nome do cineasta Elio Petri automaticamente nos lembramos dos filmes políticos italianos Investigação Sobre Um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita e A Classe Operária Vai ao Paraíso que ele dirigiu. Mas antes deles, em 1965, Petri realizou este A Décima Vítima, ficção-científica com roteiro de Tonino Guerra e Giorgio Salvoni, inspirado no distópico conto A Sétima Vítima, do americano Robert Sheckley. A ação se passa no início do século XXI e somos informados que nesse futuro as pessoas caçam umas as outras por esporte. Na verdade existe uma regra que alternam caçadores e vítimas. E isso bem antes dos Jogos Vorazes e seus semelhantes. Nessa situação temos Caroline (Ursula Andress) e Marcello (Marcello Mastroianni), que se esforçam para cumprir suas metas diante das câmeras. Pode até parecer estranho um filme desse gênero feito na Itália em meados dos anos 1960 e por um diretor que se notabilizaria no cinema político. Mas, pode ter certeza, A Décima Vítima esbanja criatividade nos cenários, objetos de cena e figurinos e consegue criar algo imprescindível em qualquer obra de ficção-científica cuja história acontece anos a frente: transmitir uma sensação de futuro. Isso é coisa de mestre.

A DÉCIMA VÍTIMA (La Decima Vittima – Itália 1965). Direção: Elio Petri. Elenco: Marcello Mastroianni, Ursula Andress, Elsa Martinelli, Salvo Randone, Massimo Serato, Milo Quesada, Luce Bonifassy e George Wang. Duração: 92 minutos. Distribuição: Versátil.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 17 de julho de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software