Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO, INVERNO… E PRIMAVERA

Filme do dia

Assim como as estações do ano, nossa vida é composta por ciclos que se alternam e se transformam. É disso que trata esse belo e sensível estudo do cineasta sul coreano Kim-Ki Duk. Primavera, Verão, Outono, Inverno… e Primavera mostra tudo isso na relação que se estabelece entre um mestre e seu discípulo. A metáfora das mudanças climáticas provocadas pelas estações do ano é perfeita para ilustrar as diversas transformações que vivenciamos durante nossa existência. O diretor/roteirista/ator, é ele quem faz o monge-aprendiz adulto, soube trabalhar bem esses diferentes estágios e tirar proveito de situações corriqueiras, porém complexas, que enfrentamos cotidianamente. Sem se deixar levar pelas armadilhas fáceis do doutrinamento, Kim-Ki Duk conduz sua trama de maneira serena e segura e tem no pequeno elenco de atores uma de suas fortalezas. É visível o cuidado com a luz, sempre de acordo com a estação que está sendo retratada. Aliado a isso, temos um uso discreto da câmara e uma fotografia delicada. O conjunto faz deste filme um deleite para os olhos e para a alma.
PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO, INVERNO… E PRIMAVERA (Bom Yeoreum Gaeul Gyeoul Geurigo Bom – Coréia do Sul 2003). Direção: Kim-Ki Duk. Elenco: Oh Yeong-su, Kim-Ki Duk, Kim Young-Min, Jae-kyeong Seo, Yeo-jin Ha e Jong-ho Kim. Duração: 103 minutos. Distribuição: Califórnia.

Last modified: 30 de abril de 2015

2 respostas para “PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO, INVERNO… E PRIMAVERA”

  1. Jopz_B1B disse:

    Achei ótimo, bonito, poético, um filme pra sair da mesmice… coloquei + comentários nesse link em 2006.

    http://b1brasil.blogspot.com/2010/07/primavera-verao-outono-inverno.html

    JOPZ

  2. Anonymous disse:

    Este é um filme inesquecível, de uma enorme competência para falar de aspectos da natureza que moram dentro de nós…é uma forma criativa de falar do que o Taoísmo nos mostra, como o ser humano reage como a própria natureza:aspectos criativos, outros impusivos, outros ainda até destruidores, avassaladores. Somos parte dessa natureza, só não nos damos conta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *