O LADRÃO DE BAGDÁ (1940)

Mais que um filme de diretor, a versão de O Ladrão de Bagdá feita em 1940 é um filme de produtor. No caso, Alexander Korda, refugiado húngaro que pediu abrigo na Inglaterra nos anos 1930 e se tornou um nome importante do cinema britânico. A direção foi dividida entre Tim Whelna, Ludwig Berger e Michael Powell. O roteiro, escrito por Miles Malleson e Lajos Biró, é baseado em uma história de Miklos Rozsa, que por sua vez se inspira no clássico livro d’As Mil e Uma Noites. Tudo gira em torno de Abu (Sabu), um jovem e esperto ladrão que se une ao rei Ahmad (John Justin), que é tirado do trono pelo maquiavélico Jaffar (Conrad Veidt). Durante a fuga, Ahmad conhece e se apaixona por uma princesa (June Duprez) e Abu encontra o Gênio (Rex Ingram). Parece a trama do desenho Aladdin, realizado pela Disney em 1992. Bem, a fonte é a mesma. O Ladrão de Bagdá foi bastante inovador no uso de efeitos especiais, tanto que ganhou o Oscar da categoria, além de outros dois: fotografia e direção de arte.

O LADRÃO DE BAGDÁ (The Thief of Bagdah – Inglaterra 1940). Direção: Ludwig Berger, Michael Powell e Tim Whelan. Elenco: Conrad Veidt, Sabu, June Duprez, John Justin, Rex Ingram, Miles Malleson, Morton Selten e Mary Morris. Duração: 106 minutos. Distribuição: Classicline.

Last modified: 7 de julho de 2018

Deixe uma resposta PHP-Nuke: Einsatz, Anpassung und fortgeschrittene Progammierung — Mit vollständiger interner Funktionsreferenz

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *