Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

NASCE UMA ESTRELA (1937)

Filme do dia, Slider

A história original de decadência de um astro ao mesmo tempo que um outro inicia sua ascensão foi criada pelo diretor William A. Wellman junto com o roteirista Robert Carson. Wellman dirigiu em parceria com Jack Conway. E Carson escreveu o roteiro ao lado de Alan Campbell e da escritora Dorothy Parker. A história em questão é Nasce Uma Estrela, realizada em 1937 e que gerou até o momento três refilmagens em 1954, 1976 e 2018, sem contar as que foram feitas para a televisão. Tudo começa quando Esther Blodgett (Janet Gaynor) chega à Hollywood cheia de sonhos. Ela almeja se tornar uma estrela do cinema e a chance disso acontecer surge quando o famoso Norman Maine (Fredric March) a conhece em uma festa onde ela trabalha como garçonete. A paixão entre os dois muda por completo a vida de Esther que se transforma rapidamente naquilo que sempre sonhou. Ao mesmo tempo, a carreira de Norman entra em declínio e isso se agrava ainda mais por conta de seu vício na bebida. Esta primeira versão de Nasce Uma Estrela tem lugar de destaque na história de Hollywood. Foi o primeiro filme inteiramente colorido a ser indicado ao Oscar e recebeu, além do prêmio por melhor história original, um outro honorário, dado a W. Howard Green, pela excepcional fotografia em technicolor. Uma curiosidade interessante: o Oscar que Esther recebe no filme pertencia realmente à Janet Gaynor, que ganhou o primeiro Oscar de melhor atriz da história da Academia pelo drama Sétimo Céu, de 1927.

NASCE UMA ESTRELA (A Star is Born – EUA 1937). Direção: William A. Wellman e Jack Conway. Elenco: Janet Gaynor, Fredric March, Adolphe Menjou, May Robson, Andy Devine, Lionel Stander, Owen Moore e Peggy Wood. Duração: 111 minutos. Distribuição: Seleções DVD.

Last modified: 30 de julho de 2018

Uma Resposta para “NASCE UMA ESTRELA (1937)”

  1. brauns disse:

    confesso que esse é um clássico que nunca me chamou a atenção. o que é estranho, pois ele já foi muito reproduzido ao longo dos anos. quero conferir um dia…

Deixe uma resposta