DUAS VIDAS

Filme do dia, Slider

Leo McCarey é um dos pioneiros da Era de Ouro de Hollywood. Em 40 anos de carreira ele dirigiu pouco mais de 100 filmes dos mais diferentes gêneros. Porém, um gênero específico tem em McCarey um dos mestres: o drama romântico. E Duas Vidas, que ele realizou em 1939, é um dos mais queridos e influentes de sua extensa carreira. O roteiro, escrito por Donald Ogden Stewart e Delmer Daves, a partir de uma história de Mildred Cram e do próprio McCarey, começa em um navio onde conhecemos Michel Marnay (Charles Boyer) e Terry McKay (Irene Dunne). Ele é um playboy francês e ela uma cantora americana. Ambos estão comprometidos e se apaixonam durante o cruzeiro pelo Atlântico. Quando desembarcam em Nova York combinam de se encontrar novamente dali a seis meses no topo do edifício Empire State. Mas o destino, às vezes, prega peças inesperadas. Histórias assim precisam que o casal em questão possuam o mínimo de química para ser crível. E isso, Boyer e Dunne esbanjam da primeira à última cena. A condução de McCarey é elegante, direta e envolvente, ou seja, no ponto certo. Em tempo: o diretor refilmou essa mesma história 18 anos depois com o título de Tarde Demais Para Esquecer, agora com Cary Grant e Deborah Kerr à frente do elenco.

DUAS VIDAS (Love Affair – EUA 1939). Direção: Leo McCarey. Elenco: Irene Dunne, Charles Boyer, Maria Ouspenskaya, Lee Bowman e Astrid Allwyn. Duração: 88 minutos. Distribuição: Hollywood Classics/Criterion.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 19 de julho de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software