MARIA CALLAS: EM SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS

Filme do dia, Slider

Seu nome de batismo era Maria Cecilia Sofia Anna Kalogeropoúlou. Porém, o mundo inteiro a conhece com Maria Callas ou La Divina. Considerada a maior cantora lírica de todos os tempos, a soprano absoluta, filha de imigrantes gregos, nasceu em Nova York, mas se criou na Grécia, onde estudou no Conservatório de Atenas. Para ela, “cantar era uma tentativa de subir aos céus”. É com essa afirmação que o ex-ator francês Tom Volf, em sua estreia na direção, abre o documentário Maria Callas: Em Suas Próprias Palavras. O título, tanto o nacional como o original, se referem ao material que Volf utilizou para nos contar a história dessa singular mulher. Entrevistas, imagens de arquivo (públicas e pessoais), cartas íntimas e apresentações da artista compõem a estrutura desse fabuloso documento. Ao longo de quase duas horas somos levados a conhecer a vida e a obra de Callas, em ordem cronológica, de sua infância até os últimos dias. O fio condutor é ela própria e, em alguns momentos, com a narração da atriz Fanny Ardant. Mas do que na artista, o foco aqui é na mulher Maria Callas e sua visão de mundo. Um mundo que ela conquistou com seu talento ímpar e sua postura única e extraordinária. O filme não deixa de abordar a vida amorosa da cantora. Mas, em se tratando de Callas, não teria como ser diferente.

MARIA CALLAS: EM SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS (Maria by Callas – França 2017). Direção: Tom Volf. Documentário. Duração: 119 minutos. Distribuição: Imovision.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 1 de janeiro de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software