Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

A CASA QUE JACK CONSTRUIU

Filme do dia, Slider

O cineasta dinamarquês Lars von Trier é um dos idealizadores do movimento Dogma 95, ao lado do conterrâneo Thomas Vinterberg. No entanto, há muito que ele abandonou completamente o estatuto que ele próprio criou. A Casa Que Jack Construiu, que escreveu e dirigiu em 2018, é apenas mais uma prova exemplar desse distanciamento. Acompanhamos aqui o arquiteto Jack (Matt Dillon) por um período de 12 anos. Tudo começa quando ele mata uma mulher e descobre ter prazer nisso. A partir daí novos crimes são cometidos e a técnica se aperfeiçoa. Até pelo fato de ele contar com o descaso de todos em relação às vítimas. Von Trier é um diretor misógino na maioria de suas obras. Não é diferente em A Casa Que Jack Construiu. Porém, o filme mantém nosso interesse, em primeiro lugar, pelo absurdo da história que está sendo contada e seus desdobramentos. Além disso, Matt Dillon brilha no papel de Jack e tem a companhia luxuosa do grande ator alemão Bruno Ganz, que vive Virgílio, a quem o assassino compartilha seus feitos. Violento e graficamente impactante, von Trier mantém seu estilo polêmico e, como de costume, divide opiniões.

A CASA QUE JACK CONSTRUIU (The House That Jack Built – Dinamarca 2018). Direção: Lars von Trier. Elenco: Matt Dillon, Bruno Ganz, Uma Thurman, Siobhan Fallon Hogan, Sofie Grabol e Jeremy Davies. Duração: 152 minutos. Distribuição: Califórnia Filmes.

Last modified: 14 de janeiro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *