Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

VIVA VILLA!

Filme do dia, Slider

Viva Villa!, cinebiografia de José Doroteo Arango Arámbula, mais conhecido como Pancho Villa, líder da Revolução Mexicana, foi bastante tumultuada e levou três anos para chegar às telas. A produção teve início em 1931, sob a direção de Howard Hawks. Continuou com William A. Wellman e foi concluída por Jack Conway, que teve de refilmar muitas cenas que se perderam em um acidente aéreo. O roteiro de Ben Hecht se baseou no livro de Edgecumb Pinchon e O.B. Stade e começa quando o jovem Villa se refugia nas montanhas após vingar a morte de seu pai. A partir daí, acompanhamos sua trajetória até se transformar no grande revolucionário de seu país. À frente do papel título, Wallace Beery encarna um Pancho Villa tão crível que até a viúva do verdadeiro Villa escreveu uma carta ao produtor David O. Selznick elogiando o trabalho do ator. Indicado a quatro estatuetas douradas, Viva Villa! ganhou apenas o Oscar de melhor assistente de direção para John Waters. Em tempo: esta categoria existiu apenas por cinco anos, entre 1932/1933 e 1937.

VIVA VILLA! (Viva Villa! – EUA 1934). Direção: Jack Conway. Elenco: Wallace Beery, Leo Carrillo, Fay Wray, Donald Cook, Stuart Erwin, Henry B. Walthall e Joseph Schildkraut. Duração: 115 minutos. Distribuição: MGM.

Last modified: 7 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *