Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

MULHER COBIÇADA

Filme do dia, Slider

O americano Roland West começou sua carreira no cinema, em Nova York, na metade da década de 1910. Em pouco tempo ele se firmou como diretor. Apesar de ter dirigido poucos filmes, para os padrões da época, ele deixou uma sólida obra de terror. E também alguns dramas, como este Mulher Cobiçada, de 1927. Com roteiro de Wallace Smith e do próprio diretor, trata-se de uma adaptação da peça de Willard Mack, que por sua vez se inspira na história The Blue Ribbon, de Gerald Beaumont. A ação se passa basicamente no saloon do título original. É lá que a cantora Dolores (Norma Talmadge) se apresenta. Ela é cortejada pelo jovem Johnny Powell (Gilbert Roland) e assediada pelo brutal Don José María y Sandoval (Noah Beery). Esse triângulo amoroso involuntário é o prenúncio de situações e viradas inesperadas na trama. Belissimamente fotografado por Oliver Marsh, Mulher Cobiçada tem, o que se costuma chamar de “alto valor de produção”. O que se reflete, principalmente, nos cenários, não por acaso, premiados com o Oscar de direção de arte. O primeiro da categoria.

MULHER COBIÇADA (The Dove – EUA 1927). Direção: Roland West. Elenco: Norma Talmadge, Noah Beery, Gilbert Roland, Eddie Borden, Harry Myers e Brinsley Shaw. Duração: 90 minutos. Distribuição: United Artists.

Last modified: 6 de julho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *