Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

DARLING: A QUE AMOU DEMAIS

Filme do dia, Slider

Em 1965, o diretor britânico John Schlesinger, apesar de já contar com 15 anos de estrada, ainda não era um cineasta conhecido. Isso começou a mudar com o lançamento de Darling: A Que Amou Demais, segundo dos três filmes que fez com a atriz Julie Christie. O roteiro de Frederic Raphael nos conta a história de Diana Scott (Christie), uma jovem e bela modelo londrina que não mede esforços para subir rapidamente na carreira. Schlesinger sempre trabalhou com histórias que primam pelo estudo de personagens. Não é diferente aqui. Diana revela-se uma pessoa vazia, da mesma forma que as pessoas que a rodeiam. E esse vazio é marcante na maneira que Schlesinger conduz a narrativa. Seu impecável desempenho lhe rendeu o Oscar de melhor atriz, justamente no ano que a projetou mundialmente. Além desta estupenda interpretação, ela esteve presente no drama épico Dr. Jivago, de David Lean. Em tempo: o filme ganhou a estatueta da Academia de Hollywood em outras duas categorias: figurino preto e branco e roteiro original.

DARLING: A QUE AMOU DEMAIS (Darling – Inglaterra 1965). Direção: John Schlesinger. Elenco: Julie Christie, Laurence Harvey, Dirk Bogarde, José Luis de Vilallonga e Roland Curram. Duração: 128 minutos. Distribuição: Columbia.

Last modified: 21 de junho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *