Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

OS SINOS DE SANTA MARIA

Filme do dia, Slider

Não é de hoje que Hollywood produz continuações ou derivados de seus filmes de sucesso. Em 1944, Leo McCarey dirigiu O Bom Pastor, que tinha o astro Bing Crosby no carismático papel do padre Chuck O’Malley. Além da excelente bilheteria, o filme ganhou o Oscar em sete categorias, incluindo as de melhor filme, diretor, roteiro e ator. Já no ano seguinte O’Malley voltou às telas neste Os Sinos de Santa Maria, novamente dirigido por Leo McCarey e estrelado por Bing Crosby. O roteiro de Dudley Nichols, baseado em uma história criada pelo próprio diretor, traz O’Malley agora como pároco de uma escola católica sob o comando da irmã Mary Benedict (Ingrid Bergman). Ambos possuem estilos e posturas bem diferentes e é daí que vem muito do humor do filme e também das soluções de boa convivência e tolerância apresentadas. Da mesma forma que em O Bom Pastor, o clima de Os Sinos de Santa Maria tem uma “pegada” que lembra os filmes de Frank Capra e sua crença no homem comum de bom coração. Apesar de ter recebido oito indicações ao Oscar, inclusive, de melhor filme (primeiro caso de uma continuação nessa categoria), levou somente o de melhor som.

OS SINOS DE SANTA MARIA (The Bells of St. Mary’s – EUA 1945). Direção: Leo McCarey. Elenco: Bing Crosby, Ingrid Bergman, Henry Travers, William Gargan, Ruth Donnelly, Rhys Williams, Una O’Connor e Jimmie Dundee. Duração: 126 minutos. Distribuição: Paramount.

Last modified: 17 de fevereiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *