CIÚME – O INFERNO DO AMOR POSSESSIVO

Filme do dia

Ciúme – O Inferno do Amor Possessivo, título nacional mais do que exagerado para a simplicidade do original “o inferno”, reúne dois grandes nomes do cinema francês: Henri-Georges Clouzot e Claude Chabrol. O primeiro é um dos grandes mestres da sétima arte e escreveu o roteiro em 1964, porém, devido a uma série de problemas, não conseguiu realizar o filme. Trinta anos depois, o segundo, que por sua vez é um dos precursores da Nouvelle Vague, comprou o roteiro, o atualizou e dirigiu. Ciúme – O Inferno do Amor Possessivo conta a história de Paul (François Cluzet) e Nelly (Emmanuelle Béart), um jovem e bonito casal. Os dois são donos de um hotel e têm tudo que qualquer pessoa gostaria de ter. De repente, o que parecia uma vida perfeita, sofre um forte baque por conta das suspeitas de traição que Paul passa a desenvolver em relação a Nelly. O diretor constrói a narrativa do filme sem pressa alguma. Chabrol gasta parte do tempo para mostrar como os dois viviam e, se valendo de boas doses de suspense, desenvolve a paranoia de Paul. E “brinca” com o enciumado marido. Será tudo verdade ou simplesmente piração? Veja e tire suas conclusões.
   
CIÚME – O INFERNO DO AMOR POSSESSIVO (L’Enfer – França 1994). Direção: Claude Chabrol. Elenco: Emmanuelle Béart, François Cluzet, Nathalie Cardone, André Wilms, Marc Lavoine e Jean-Pierre Cassel. Duração: 100 minutos. Distribuição: Look Vídeo.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 30 de abril de 2015

Uma resposta para “CIÚME – O INFERNO DO AMOR POSSESSIVO”

  1. Henri-Georges Clouzot e Claude Chabrol!… com esses dois nomes já se tem motivo suficiente para assistir o filme.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software