JANELA INDISCRETA

Filme do dia

Muitos consideram Janela Indiscreta a obra-prima de Alfred Hitchcock. Esta afirmação não é de todo exagerada. O filme que o mestre do suspense dirigiu em 1954, contém todos os elementos que o transformaram em um dos maiores gênios do cinema. Hitchcock não gostava de surpresas. Quando contava uma história, tinha sempre a preocupação de fornecer ao espectador as informações necessárias para o bom acompanhamento da trama. O suspense está justamente nisso. Nós sabemos tudo o que acontece. O protagonista, por sua vez, pouco ou nada sabe. Isso, é claro, aumenta nossa angústia. Nesse quesito, Janela Indiscreta é um primor de apresentação, de concisão e de “roer unhas”. Inteiramente ambientado dentro de um condomínio de apartamentos, já na sequência inicial conhecemos o fotógrafo profissional L. B. Jeffries (James Stewart). Em um desencadear de imagens ficamos sabendo de sua atual condição e de como ele chegou lá. Jeff, como é chamado, está preso a uma cadeira de rodas por causa de uma perna quebrada durante um trabalho. Sem ter o que fazer, ele pega sua câmara e com uma lente potente começa a bisbilhotar a vida dos outros moradores. Durante essa quase brincadeira, ele passa a desconfiar de um de seus vizinhos. Jeff acredita que ele matou a própria esposa. Com a ajuda de sua namorada Lisa (Grace Kelly, linda como nunca), e da enfermeira Stella (Thelma Ritter), tem início uma investigação para tentar provar a suspeita. Hitchcock, desde o começo, nos transforma em bisbilhoteiros também. Somos todos cúmplices de Jeff nessa jornada. O roteiro, escrito por John Michael Hayes, se baseia em um conto de autoria de Cornell Woolrich. Em Janela Indiscreta, o velho Hitch faz o que sabe fazer melhor: pega uma pessoa comum e a coloca em uma situação incomum. Parece simples e é simples. Mas a simplicidade requer uma genialidade que poucos possuem e Hitchcock, felizmente, tem se sobra.
 
JANELA INDISCRETA (Rear Window – EUA 1954). Direção: Alfred Hitchcock. Elenco: James Stewart, Grace Kelly, Wendell Corey, Thelma Ritter, Raymond Burr, Judith Evelyn, Ross Bagdasarian, Georgine Darcy, Sara Berner e Frank Cady. Duração: 114 minutos. Distribuição: Universal.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 31 de agosto de 2021

4 respostas para “JANELA INDISCRETA”

  1. Não adianta falar nada, ninguém vai dar atenção: é um Alfred Hitchcock e ficamos grudados na tela! Simples assim.

  2. Jopz_B1B disse:

    Muito bom, do tempo que que os efeitos especiais não eram 90% do filme…

    JOPZ

  3. Se daqui 100 anos alguém me perguntasse “como era esse tal de cinema que existia no século XX?” eu não responderia, mas exibiria Janela Indiscreta. É cinema por dentro, por fora, ao redor e além.

  4. Leandro disse:

    Quando vi pela primeira vez Janela Indiscreta (faz tempo…em VHS), fiquei imaginando o que Hitchcock faria com a tecnologia do cinema de hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software