Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

EM NOME DO PAI

Filme do dia, Slider

Provas forjadas. Repressão policial. Intransigência judicial. Manobras políticas. Torturas. Confissões forçadas. Condenação e prisão de inocentes. Parece algo comum em países sob regime totalitário, mas aconteceu na Inglaterra, em 1974, quando ativistas do IRA (sigla em inglês para Exército Revolucionário Irlandês) explodiram um pub. A polícia, pressionada pelo governo e pela opinião pública, resolveu mostrar serviço e incriminou cidadãos sem culpa alguma, apoiando-se em meras provas circunstanciais. No contundente Em Nome do Pai, dirigido por Jim Sheridan, acompanhamos a história de Giuseppe (Pete Postlethwaite) e Gerry (Daniel Day-Lewis), pai e filho, que são presos e condenados à prisão perpétua. A partir de fatos reais, o diretor não perde tempo e não poupa ninguém. Ele não deixa de destacar a questão política, porém, se aprofunda mais no drama humano, enriquecendo-o com elementos de uma tragédia clássica. Por razões diversas, pai e filho não tinham um bom relacionamento. Na vida real, eles foram colocados em celas separadas. Sheridan utiliza habilmente sua licença poética e os coloca na mesma cela. Daniel Day-Lewis e Pete Postlethwaite defendem suas personagens com dignidade e emoção, explorando sutilezas do comportamento de cada um. Sheridan vai além da simples denúncia de uma injustiça e traça com seu filme um grande painel social, político e familiar da vida de irlandeses e ingleses nas últimas décadas do século passado.
EM NOME DO PAI (In the Name of the Father – Irlanda 1993). Direção: Jim Sheridan. Elenco: Daniel Day-Lewis, Pete Postlethwaite, Emma Thompson, John Lynch, Mark Sheppard, Beatie Edney, Corin Redgrave e Frank Harper. Duração: 133 minutos. Distribuição: Universal.

Last modified: 6 de janeiro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *