Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

12 HOMENS E UMA SENTENÇA

Filme do dia, Slider

Sidney Lumet é reconhecido por dominar as técnicas de narrativa cinematográfica e saber extrair desempenhos memoráveis de seus atores. Este talento já é visível em 12 Homens e Uma Sentença, de 1957, seu primeiro trabalho como diretor. O filme é baseado em uma peça de teatro, mas, não há nada que pareça teatral. É cinema puro, do primeiro ao último fotograma. A história é centrada em um corpo de jurados confinado dentro de uma sala de um tribunal. Eles precisam decidir sobre a culpa ou não de um jovem que teria cometido um crime grave. Todas as evidências apontam para sua condenação, até que um dos jurados, a personagem de Henry Fonda, expõe suas dúvidas. Existe uma outra versão com o mesmo título, dirigida para a TV, em 1997, por William Friedkin. Nesta versão, que é quase tão boa quanto a primeira, Jack Lemmon interpreta o papel que foi de Fonda na versão original. Se um dia alguém lhe perguntar que filme pode servir como um bom exemplo da força da argumentação, responda sem hesitar: 12 Homens e Uma Sentença.
12 HOMENS E UMA SENTENÇA (12 Angry Men – EUA 1957). Direção: Sidney Lumet. Elenco: Henry Fonda, Lee J. Cobb, Ed Begley, E.G. Marshall, Jack Klugman, Jack Warden e Martin Balsam. Duração: 96 minutos. Distribuição: Fox.

Last modified: 6 de janeiro de 2020

3 respostas para “12 HOMENS E UMA SENTENÇA”

  1. Eis a força do texto que sobrepõe ao suporte. Vale como filme, peça de teatro, livro, ou mesmo narrado como um “causo”. “12 Homens…” se sobrepõe a isso tudo.

  2. Tiago disse:

    Ótimo filme Marden, meu tio sempre falou dele, ate que um dia conseguiu encontrar e me emprestou, gostei muito, e pretendo assistir novamente, continue sempre com as indicações, pois sei que não me arrependerei de assistir! Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *