Please select featured categories (for ticker) in theme admin panel. You can select as much categories as you want.

SUPLÍCIO DE UMA SAUDADE

Filme do dia, Slider

307.Suplício de Uma Saudade

Em quase 50 anos de carreira, Henry King, um dos pioneiros de Hollywood, dirigiu mais de 100 filmes. Um dos mais lembrados é o melodrama Suplício de Uma Saudade, de 1955. O roteiro do experiente John Patrick se baseia no livro autobiográfico de Han Suyin, vivida aqui pela atriz Jennifer Jones. Ela é uma médica eurasiana, viúva de um general local, que se envolve com o jornalista americano Mark Elliot (William Holden). Ele está em Hong Kong cobrindo os últimos dias de uma guerra civil chinesa. Os dois se apaixonam e essa história de amor enfrenta pressões as mais diversas. Suplício de Uma Saudade tem o que os americanos costumam chamar de “valor de produção”. Talvez pareça um pouco datado para o gosto do público de hoje. No entanto, é inegável a qualidade que as produções hollywoodianas tinham naquela época. Muito do sucesso do filme se deve à bela trilha sonora, composta por Alfred Newman. Em especial a canção título, Love is a Many-Splendored Thing, de autoria da dupla Sammy Fain e Paul Francis Webster. Sem esquecer os belos figurinos. Não por acaso, a obra foi vencedora do Oscar nessas três categorias.

SUPLÍCIO DE UMA SAUDADE (Love Is a Many-Splendored Thing – EUA 1955). Direção: Henry King. Elenco: William Holden, Jennifer Jones, Torin Thatcher, Isobel Elsom, Murray Matheson, Virginia Gregg e Richard Loo. Duração: 102 minutos. Distribuição: Fox.

Last modified: 12 de julho de 2018

Deixe uma resposta