A MÁQUINA DO TEMPO (1960)

O primeiro livro de H.G. Wells, A Máquina de Tempo, foi publicado em 1895 e ganhou as telas em 1960, graças ao enorme sucesso de A Guerra dos Mundos, produzido por George Pal e lançado em 1953. Pal, desta vez, assumiu também a direção. O roteiro, adaptado por David Duncan, conta a história de George (Rod Taylor), um cientista do final do século XIX que constrói uma máquina para viajar ao futuro, pois, segundo ele, o tempo presente está impregnado de ignorância. Ele sonha encontrar um mundo utópico e acaba por se surpreender. A Máquina do Tempo é um clássico da literatura de ficção-científica e esta primeira versão cinematográfica continua a melhor de todas. Pal, ao longo de sua carreira, que teve início em 1934, produziu 42 filmes, dirigiu mais de 50 curtas e apenas seis longas, sendo este o quarto deles. Visualmente arrojado para a época, o filme debate algumas questões importantes da natureza humana, sem esquecer do lado escapista de pura aventura promovido pelos efeitos especiais caprichados, que ganhou o Oscar da categoria naquele ano. Fica uma grande lição. O homem sempre conseguiu viajar no tempo: para o passado, com suas lembranças, e para o futuro, com seus sonhos.

A MÁQUINA DO TEMPO (The Time Machine – EUA 1960). Direção: George Pal. Elenco: Rod Taylor, Alan Young, Sebastian Cabot, Whit Bissell, Yvette Mimieux, Tom Helmore e Doris Lloyd. Duração: 103 minutos. Distribuição: Warner.

Last modified: 8 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The Architect's Guide to Running a Practice Architecture Design