A JOVEM RAINHA VITÓRIA

226.A Jovem Rainha Victória

O cineasta canadense Jean-Marc Vallée iniciou sua carreira em 1995 dirigindo curtas. Seu primeiro longa que chamou atenção foi C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor, realizado dez anos depois. Na sequencia, em 2009, ele dirigiu este A Jovem Rainha Vitória. Com roteiro de Julian Fellowes, o filme tem como foco a ascensão de uma das mais importantes monarcas da Inglaterra ao trono. Tudo gira em torno dos primeiros anos do reinado e o seu romance com seu primo da Alemanha, o Príncipe Albert, com quem veio a se casar. O diferencial aqui é que, mesmo tendo sido um casamento arranjado, os dois se apaixonaram um pelo outro e viveram uma das mais famosas histórias de amor do Reino Unido. À frente do elenco e estabelecendo uma química perfeita, Emily Blunt, no papel de Vitória, e Rupert Friend, no de Albert. O diretor Vallée já demonstra uma de suas principais características: a economia. Trata-se de um cineasta que sabe o quer e o faz sem muitos rodeios e enfeites. A Jovem Rainha Vitória apresenta uma belíssima reconstituição de época, além de diversos aspectos técnicos dignos de destaque.

A JOVEM RAINHA VITÓRIA (The Young Victoria – Inglaterra 2009). Direção: Jean-Marc Vallée. Elenco: Emily Blunt, Rupert Friend, Paul Bettany, Miranda Richardson, Jim Broadbent, Thomas Kretschmann e Mark Strong. Duração: 105 minutos. Distribuição: Netflix.

Last modified: 6 de outubro de 2017

Deixe uma resposta


Thirdspace: Journeys to Los Angeles and Other Real-and-Imagined Places